+55 (11) 3673-1388

Notícias SAESP

Planejamento estratégico para equipes de Anestesiologia

Cursos/EAD

07/06/2022

Novas habilidades técnicas e o conhecimento atualizado são, sem dúvida, essenciais para a boa prática médica. Na Anestesiologia, diante da consolidação do modelo de trabalho em equipes e da comoditização da saúde, é cada vez mais importante pensar em entregar valor diferenciado. Por isso, a SAESP tem investido na oferta de cursos e workshops voltados à gestão de carreira e negócios.

Um deles foi o Curso de Planejamento Estratégico, realizado no dia 16 de maio pela consultoria Sistematize Funcionalidades para Gestão em Saúde, que também está auxiliando a SAESP em seu planejamento estratégico. Embasada em sua experiência em melhoria de processos e em planejamento e gestão de serviços de saúde e na gestão de carreira dos profissionais da saúde, a sócia-consultora da Sistematize, Júnia Cordeiro, destacou a necessidade de esses profissionais pensarem na carreira e na empresa.

Durante oito horas e usando exemplos concretos da especialidade, o curso abordou o que é planejamento estratégico e os passos para a sua elaboração, incluindo exercícios práticos. “Não entregamos uma ferramenta – no mercado há várias, mais ou menos sofisticadas –, mas focamos no racional, analisando o que medir e por que, e como escolher a ferramenta adequada, entre outros aspectos. Um produto pronto não serve para todos os casos”, afirma.

Não ao “deixa a vida me levar”

junia

Junia Cordeiro, da Sistematize: workshops e cursos voltados a gestão de carreira e negócios
“Os médicos costumam focar seu tempo de estudo em habilidades técnicas, o que é ótimo, mas devem se lembrar de que, para estar no mercado, precisam investir também em habilidades comportamentais e gestão. E isso vale não só para grupos, mas também para o anestesiologista autônomo”, afirma Júnia.

A falta de planejamento é, na verdade, segundo ela, um traço cultural do brasileiro, que está mais acostumado a fazer os planos na cabeça e “deixa a vida me levar”. “É importante colocá-los no papel, compartilhar com a equipe e buscar seu comprometimento para atingir as metas. São os resultados que fazem a equipe mudar de fase. Sem planejamento, ficam reféns dos acontecimentos, e muitas vezes os planos ficam só no desejo.”

O ponto de partida, explica Júnia, é a definição de propósito, missão, visão, valores e estratégia. A sócia-consultora da Sistematize diz ainda que é preciso avaliar as ameaças internas e externas, traçar os objetivos, reforçar o que se tem de bom e reduzir as fragilidades para aproveitar as oportunidades e evitar ser vítima das circunstâncias. Tudo isso são elementos para a construção de um mapa estratégico, que permite definir os planos de ação, que precisam ser acompanhados.

Foco na especialidade fez a diferença

Líder do grupo Nova Anestesiologia, de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, a Dra. Carolina de Oliveira Sant’Anna foi uma das participantes do curso de Planejamento Estratégico. Além de apresentar estratégias interessantes, ela destaca que os pontos fortes do curso foram seu conteúdo focado no universo dos grupos de Anestesiologia e os exercícios que permitiram a troca de experiências com os demais participantes. “Vimos que os problemas são comuns, o que muda é a conduta para resolvê-los, e pudemos aprender uns com os outros”, diz a Dra. Carolina, que afirma que seu grupo, que tem mais de 25 anos, está se preparando para implantar algumas ideias propostas no curso. “Nosso desafio é trabalhar a análise de dados e criar indicadores para a gestão da qualidade”, conclui.

Curso oferecido pela SAESP e a consultoria Sistematize sobre planejamento estratégico para anestesiologistas

Fonte: